Partir, nem sempre é esquecer

weheartit.com
                            weheartit.com

Ainda me pergunto para onde foram todas as pessoas que se passaram na minha vida. Pessoas com as quais dividi um pedaço da minha história, algumas vezes anos e anos. Pessoas que simplesmente partiram ou que simplesmente continuaram, sem mim. Não falo apenas dos namorado que se foram, mas dos amigos que perdemos quando a vida nos da tantas tarefas que nos afasta de algumas pessoas queridas. A amiga dos 9 anos que hoje mora em outro estado, a amiga dos 14 anos que ainda mora aqui, mas parece que moramos em países diferentes. Aquela pessoa que cuidou, trocou faldas, abraçou e beijou tanto. Alguns amigos de escola, onde se trocou tanta vida, tanta experiência, os da faculdade, dos empregos. Os amores, os professores. Para onde foram essas pessoas? Na maioria das vezes esta pergunta tem resposta, outras só ficaram as lembranças. E a vida, ainda assim, nos ensina sobre a continuidade das coisas. Sobre como todas estas pessoas, contribuíram pra o ser que sou hoje. Agradeço as histórias que construímos juntos, os corações que permitiram que eu fizesse morada, os braços que me deram abraços, os ombros que me deram consolo e todos os sorrisos que dei com a alma. Em silêncio agradeço cada vida que tocou a minha vida e, por um instante, ficou. Partir nem sempre significa esquecer.

Anúncios

2 thoughts on “Partir, nem sempre é esquecer”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s