Descompassos

b
http://www.weheartit.com

Nasci mal criada demais para caber em entrelinhas, para sufocar ausências e bastar-me de comodismos. Também nasci orgulhosa demais para insistir em sentimentos. Não sei se devo chamar orgulho, ou se por ventura, mais apropriado, deveria chamar de outro nome qualquer, onde fique claro que acredito na leveza do que vem para ser, intenso. O descompasso do meu peito, não tem ritmo para repetir refrão. Ainda assim, tenho sonhos malucos de um ser normal. Gosto de ir a livrarias e me pegar pensando que eu seria feliz morando ali. Em meio a tantas palavras, tanto sonho, tanta poesia. Eu também seria feliz na praia, repenso. Onde todos os sonhos se renovam, como ondas. Onde os acordes do mar silenciam qualquer pensamento. E o sol, como um carrasco, escreve em nossa pele lembranças, que volta e meia se apagam. Nasci transparente e feroz. Mas sem síndrome de Gabriela, amansei sentimentos, domei comportamentos. Tenho entrega nas mãos e um dom no coração. Escrever sempre foi consequência de sentir.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s