Contradições verdadeiras

large

É fácil se contradizer hoje em dia. A prova disso são todos os tipos de festas cheios de corações partidos, loucos por um recomeço, por um novo amor. A gente indo pra balada cantando a lei do desapego, mas é beijar na boca que se apaixona, que deseja um reencontro ou que tristemente lembra do amor que nunca passou.  Somos intensos, desejamos leve, mas fazemos planos tão fácil, as vezes por tão pouco. Temos o coração blindado, mas acreditamos no primeiro “eu não vou sumir” que escutamos. Somos juízes na noite, julgando o comportamento de quem quer que seja, mas lembramos que não conhecemos o que cada um traz atrás da roupa cara e do perfume de marca quando o dedo “apontador” vira para nós e nos lembra nossos passos. Aprendi e continuo aprendendo a ter um coração que julga menos, aceita mais. Nem de longe direi que virei moderna, continuo antiga, mas escorregando vez ou outra. Continuo sendo romântica debaixo da minha casca grossa, mas esperando cada dia mais que menos dedos me julguem, que mais corações me amem, que mais abraços me ouçam e sorrisos me completem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s