“alma mole vida dura, tanto bate até que cura…”

 

large

“Não adianta estar em outubro, meu amor, lembrando que se foi tão mais feliz em abril” Marla de Queiroz

Quantas vezes não cabemos no agora e desejamos voltar no tempo, adiantar o tempo, fugir do tempo. E perdemos de entender a beleza e importância de cada momento de nossa vida. Tenho desejado florescer em lugares inusitados, em situações que antes eu achei que não me cabiam. Eu assumi um compromisso comigo de me surpreender uma vez que seja de tempos em tempos e fazer aquilo que sempre achei que não faria. Comer verduras, ser madura, pular de paraquedas. Não importa o quê.

Decidi me encontrar com alguém especial sempre que deito: meus sonhos. E não quero que eles acabem assim que acordo. Depois de muito “alma mole vida dura, tanto bate até que cura…”  Respeito tudo que aprendi sobre mim nestes últimos tempos, sejam minhas fraquezas, certezas, minhas loucuras. Aprendi sobre loucura com uma pessoa nada convencional, que todos dizem “ser doido” “fumar uma”, a não olhar tão cheio de certezas para nada, o mundo precisa de um olhar menos convencional. É isso, ser menos convencional, mais louca. Tenho sido louca ultimamente por mim, pelas minhas vontades, por ser feliz. Tenho sido menos convencional e não tenho tido tanta paciência nem tenho dado tanta morada pra falta de amor e brilho nos meus dias. Ao menos uma coisa tem que ser especial cada dia, ao menos meu olhar por mundo que seja. 

Desejo que eu escute mais meu coração e menos a opinião alheia, que meu orgulho, medo e insegurança morem numa caixinha apertadinha a quilômetros daqui. E todos os dias que minha mente me repita: “vamos ser felizes hoje?!” eu diga “Sim! Hoje, amanhã e sempre…” Que eu aprenda a ser feliz independente do tempo, das flores, das cores, dos amores.

Que eu entenda verdades simples e universais como “as vezes vamos sofrer por amor” e mesmo assim eu não insista em morar na tristeza, que eu escute uma ou duas coisas que eu não esteja preparada e ainda assim saiba continuar de pé. Que eu ame meu trabalho para que eu não precise trabalhar nenhum dia. Que eu faça amigos eternos e aprenda a amá-los e respeitá-los como são, e acima de tudo que eu saiba pedir perdão sempre que erro.  Que eu não durma demais, mas possa cochilar a tarde num sábado. Que minhas relações familiares sejam mais leves, meus amigos mais amores, e meu amores mais paixão. Que eu tenha a quem amar pro resto da vida…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s