sobre o esquecimento

 
weheartit.com
 
Sabe,  eu entendo que cada coisa tem sua hora de chegar e sua hora de partir e eu entendo também que as vezes a gente custa a abrir mão delas e se apega a perda, as boas lembranças e seja lá o que for. Hoje eu percebo que  algumas coisas demoram para encerrar seu ciclo e se despedem a passos lentos e só  se vão mesmo quando o que restou da saudade e das lembranças começa a ficar tão distante que a gente começa a esquecer como foi mesmo que tudo aconteceu. Os momentos começam a ser apagados pouco a pouco e o que fica é essa sensação de “como faz tempo”. 
 
“… na distância a gente perde ou esquece tudo aquilo que construiu junto. E esquece sabendo que está esquecendo.” Caio Fernando Abreu
 
E hoje me sinto assim, tenho lembranças tão distantes que entendo que é o momento de despedida, entendo que algo está indo embora, e que algo ao mesmo tempo que diz adeus se eterniza, porque começa a viver num tempo eternizado, o passado. E me despeço com os olhos cheios de lágrimas e com uma saudade que agora sabe-se pra sempre. Mas tem alegria porque ao mesmo tempo que me doei e fui o melhor que pude ser, finalmente a porta se abre e os comodos vazios reconhecem que é hora de ocupar os espaços, mudar a decoração e deixar a luz entrar. Sabe-se um novo tempo.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s