sobre ocupar espaços

http://weheartit.com

Então deixa eu te dizer que eu não sei ocupar os espaços assim facilmente, nem ser a melhor amiga dos teus amigos e ir me encaixando e sendo e indo. Eu vou até onde eu sentir que você quer que eu vá, até onde a minha timidez e inexperiência com essas pessoas e coisas novas deixar, e vou respeitar seus espaços e seus momentos. Não vai ter nada meu na sua casa até que você peça ou diga que sente falta de algo meu pra dividir seu vazio, que sente falta de me ter presente, mesmo quando estou ausente.

Vai ser apenas o meu corpo, meu pensamento e meu coração e você do outro lado. Eu não sou nem sei fingir ser essa pessoa simpática ao conhecer as pessoas, dou tempo ao tempo para conhecer quem quer que seja e talvez isso seja muitas vezes mal interpretado como chatice ou outra coisa qualquer, mas é só timidez e prudencia. Não quero assustar as pessoas ao invadir suas vidas. Não quero assustar a tua vida ao entrar  na tua casa, brincar com teus dias e conversar com tua alma. Nasci com os dois pés na minha vida e isso fez de mim um pouco cautelosa ao conhecer outras vidas. Só coloco um pé no teu mundo, e ocupo teus espaços quando me reconheço em tua vida, em teu olhar. Então me dá tempo, me trás sentimento e ocupa teu lugar ao meu lado.

Anúncios

qualquer coisa nova

http://weheartit.com

E então tenho levado rasteiras da vida vez ou outra. Tenho aprendido como as coisas estão e são pro mundo e não me pertencem, tenho deixado que todas essas coisas façam seu destino e voem para onde devem estar. Aprendi que não há como aprisionar o que quer que seja , nem o amor, nem a felicidade nem a tristeza. Me sinto sem amarras e sem peso algum. Mas agora, há de se olhar para dentro, há de se saber qualquer coisa nova, já que me desfiz de antigos conceitos. Tenho tentado entender as coisas como elas são, sem a fantasia romântica que carrego no olhar. Na verdade, mais que isso, tenho tentado não entender, deixo apenas que as coisas existam, a maioria delas não tem me tocado na pele, nem interferido no meu existir.

A única coisa já certa é que são novos tempos. Então me vejo com as mãos vazias e isso não me diz nada além de que recomeçamos sempre que preciso. Foi preciso durante muito tempo, mas agora tem sido inevitável. A mudança não pediu para entrar, derrubou a porta e disse “vim para ficar”. Sei lá, não há o que se dizer do agora, só que tem cores diferentes morando no meu sorriso e há tanta paz no existir, que me livra dos medos do amanhã, há qualquer coisa no agora de especial, seja a minha transparência de alma ou meu encontro com as palavras. Há qualquer coisa aqui, qualquer coisa assim…

o que posso ser agora

http://weheartit.com/

Então acordo e sinto o cheiro de mais um dia, mas ele vem vazio, sem expectativas e sem cobranças, apenas existindo. Ele vem com o que pode ser, com ausência de certezas e cheio de possíveis amanhãs. O que posso oferecer não é nada mais do que já exista, a luz do sol a queimar nossa pele, o vento a bagunçar nossos cabelos, é essa estrada tão incerta que não nos permite saber do depois. Hoje eu sou apenas o que trago na cara, porque não tenho nada nos bolsos. Eu só tenho a oferecer um bocado de alma, de coração e palavras. Nada de muito certo, eu não estou certa nesse momento. Aqui ainda há muito a ser descoberto, para ser plantado e construído. Aqui só tem possibilidades, é uma fase de transição, nada está definido, há muitas dúvidas sobre o amanhã.

Então não chega com expectativas, porque não posso carregar o peso de nenhuma delas, não vem cheio de certezas porque no amanhã tudo se desfaz. Traz só teu coração e pouca roupa, a vida que eu posso se resume no agora.

vem amiga

http://weheartit.com/

Então vem e me trás companhia, porque eu ando um pouco sozinha. Senta ao meu lado e conta a tua história de amor, e me fala do teu coração partido, divide comigo a tua dor e chora algumas lágrimas no meu abraço. A gente vai se entender, a gente vai se entender porque a dor já foi durante muito tempo minha companhia. Me pede qualquer coisa que eu te faço. Qualquer coisa para te aquecer o coração e a alma. Eu vou te dar todos os meus velhos conselhos além dos meus braços.  Vem e bate na minha porta, ela vai estar sempre aberta. A gente pode sonhar com o que não foi e rir de toda a nossa falta de sorte no amor, reconhecendo, depois de tudo, que não passou de muita sorte. Vem porque eu nem estou tão bem assim e preciso te contar das minhas dúvidas e dizer que as vezes tenho medo. Tua palavra também me consola, porque me completa e me tira um pouco da rotina, me tira um pouco do medo. Eu gosto de você e de saber que a gente sente tão parecido, embora com sonhos um pouco diferentes. E de você existir me trás uma paz, porque não permite em momento nenhum que eu me desespere, me trás esperança e consolo. Vem amiga e segura na minha mão, enquanto seguramos juntas nossos corações.

em paz

http://weheartit.com

Não se trata do que está acontecendo lá fora, porque, de repente, parece que tudo passou a acontecer aqui dentro. Eu estou em paz, em P-A-Z, que fique claro dessa vez. É um alívio, e calmaria. Longe de guardar mágoas meu coração está dizendo a todo instante que não se importa mais, que nem se lembra na verdade. Porque agora, essa felicidade que mora nesse peito, não tem tempo pra ser infeliz com a escuridão ou inexatidão de outros corações. Meu amor nunca vai ser menos amor porque se machucou com outros amores, minha felicidade nunca vai ser menos felicidade porque alguns não sabem ser feliz. Eu sou o que sou, e carrego o fardo ou o dom de acreditar no amor acima de qualquer outro sentimento. Minha memória é boa, mas meu coração não tem espaço pra bagagens pesadas demais como a raiva ou o ressentimento, quando tem o mundo inteiro para amar!

sobre as feridas

http://weheartit.com/

Não me peçam pra vir sem história, quando tenho passado. Não me peçam pra que eu abra os braços e salte no desconhecido sem medo, quando tenho cicatrizes. Carrego um pouco de tudo que vivi, de todas as histórias que me meti, das vidas que passaram pela minha vida. Embora a gente saiba que não podemos passar pela vida ilesos, reconhecemos que viver ao mesmo tempo que nos traz felicidade, nos pesa algum tempo.

“Quem nos quiser amar agora terá de vir com calma, terá de vir com jeito. Somos um território mais difícil de invadir, porque levantamos muros, inseguros …” Lya Luft

Não é por muito tempo, mas até que as coisas se arrumem novamente ou que alguém apareça e nos faça acreditar em tudo outra vez, porque me lembro que foi assim da última vez que disse “nunca mais”. As coisas terminaram se arrumando e o coração acreditando. É verdade que mais uma vez me feri, mas tenho o dom de dramatizar as vezes. Podia ser só uma história que não deu certo, mas virou um drama de uma novela mexicana. Sabem como é? Podia ser só mais um cara sem caráter que veio aqui e contou umas mentiras, mas invento que foi amor só pra doer mais um pouquinho e me lembrar da próxima vez, quando achar alguém interessante, de como isso dói. Mas vai passar, vai ficar pra trás, os muros irão abaixo e o amor um dia repousará em meus braços, porque será menino, mas me fará inteira e feliz como nunca antes.

trégua

http://weheartit.com

“Ninguém é como o nosso Deus.” Fernandinho

Pai, me livra de ter o coração partido mais uma vez, porque o meu vem nessa estrada a algum tempo. Não deixa que eu me apaixone por sorrisos charmosos e cabeças mentirosas, nem conversas envolventes com palavras cheias de mentiras. Me polpa dessa vez, me polpa de uma vez por todas. Meu coração não liga mais em estar só, sente-se seguro e confortável aqui, assim. Me deixa um pouco só Senhor, me deixa descansar um pouco. Evita que eles cruzem meu caminho, afasta cada homem que não tem boas intensões, nem caráter, nem um coração cheio de Ti e de sinceridade.

Meus sentimentos estão exaustos, vem de uma maratona de amar, desamar, sofrer e esquecer. Eu ando com medo de sofrer maior que a esperançar e o acreditar. Eu não estou pronta dessa vez! Meu coração acha que não estará pronto nunca mais, parece exagerado demais eu sei, mas é que dói tanto e por tanto tempo. Preciso de uma trégua, como quem precisa de um coração novo, limpo e saudável. Meus sentimentos estão um pouco abatidos, contaminados e desencorajados. Eu preciso de uma fé nova, porque não aguento ver minha esperança ir embora.