Eu sei que não passou porque eu olho para as pessoas e não consigo sentir encantamento algum. Pra mim são todas feias, burras e bregas. Aquele meu olhar feliz pro mundo, aquela inocência, aquela alegria contagiante passou. Eu fiquei cada dia mais chata, mais ranzinza e só. Eu só via graças nas suas coisas, nos seus programas e na sua vida. Eu só estava feliz se estivesse com você, e toda essa solidão só me tornou mais amarga. Eu queria todo aquele meu mundo de volta, aquele meu coração aberto e leve que eu tinha antes de você entrar na minha vida e bagunçar com meus sentidos, antes de eu saber como a vida é boa, como existem restaurantes bons, antes de saber que aquela coisa que eu tanto queria comer e não sabia o que era, existe. Eu queria por um instate essa levesa, esse não se importar, eu queria só da uma chance para as pessoas de novo. Queria sentir que elas ainda podem me fazer feliz sem me importar com que maneira. Uma chance para o mundo me surpreender, pra me dar uma rasteira, bagunçar minha vida de novo e fazer ela ter sentido mais uma vez.

E quer saber? Eu cansei de olhar pra trás  eu cansei de viver só de lembranças e sabe Deus mais o que. E pra ser bem sincera eu estou leve, estou tranquila e oh… estou feliz!! Aprendi que se deve ter vestes de louvor em vez de espírito angustiado e é o que pretendo fazer daqui pra frente. Acordar e agradecer por este dia, por mais uma oportunidade, pela minha vida, meu olhar, meu respirar. Amor, amor… a gente encontra por ai pelo meio da estrada, a gente encontra em qualquer sobe e desce da vida, quando enfim “o coração distrai”. A gente tem mesmo é que viver a vida se divertindo, rindo, agradecendo.

Eu continuo todos os dias orando antes de dormir e eu sei que oro errado, eu sei que eu devia dizer “Deus, me proteja, me dê sabedoria para entender tua vontade e força para suportar esse sofrimento, Senhor faça o que for melhor pra mim.” Mas eu simplesmente não consigo. Eu não consigo evitar de pedir que ele volte, e durmo pedindo, sonho e acordo ainda pedindo. E quando esta dificil de mais, quando eu não suporto mais guardar isso só pra mim eu venho aqui e escrevo pra aliviar um pouquinho esse querer, essa vontade. é só uma saudade apertada, e aquelas mesmas perguntas de sempre. é ainda esse amor…

Embora a vontade de parar seja grande, de viver só disso, dessas lembranças, desses momentos, da esperança que as coisas vão ser como antes, a gente continua tentando sempre. Mesmo quando esse “tentando” seja apenas colocando um pé na frente do outro pra andar, mesmo que seja preciso respirar mais fundo algumas vezes pra poder continuar dando esses paços e mesmo que as vezes calada, ninguém saiba o que se passa dentro do peito, nem suspeite que o unico pensamento cansado e repetitivo ainda é o mesmo.
Porque ninguem suspeita que por dentro desse corpo, desse andar apressado, dessa fala ríspida e e muitas vezes mal interpretada tem um coração sim. Um coração manso e tranquilo, um coração que mesmo que sofra se derrete em amor.

desejos

É aquela sensação de que a gente simplesmente não vai poder mudar nada. “tudo que chega, chega sempre por alguma razão” não é? e você se aceita por inteiro, você se aceita com o coração ferido e despedaçado, com sonhos rasagados e desfeitos, mas você se aceita acima de tudo inconformada que a vida se resuma a isso.
E você começa a viver seu caminho acreditando, nos momentos, nas pessoas, em você. Você decide deixar que as coisas se cheguem a você, que os dias te tragam surpresas, decide acreditar que a vida está o tempo todo brincando com a gente, e começa a não levar essas brincadeiras tão a sério quando elas te machucam. Você espera que mais um tempo passe para que você possa aprender a também brincar com a vida, para que seu coração não leve tudo tão a serio, e que você possa se desapegar das coisas que não lhe pertecem mais, que nunca lhe pretenceram na verdade. Você só quer seguir em frente sem todo esse peso das pessoas, das obrigações, dos amores que não deram certo, a gente deseja um instante ser livre de verdade, de conceitos, medos, da maneira certa de fazer as coisas, a gente quer ter o coração tranquilo, a alma quieta e que no fim de tudo as coisas possam fazer sentido